segunda-feira, 21 de março de 2016

Dia Mundial da Poesia

Neste dia tão especial partilhamos convosco alguns poemas de alunos do 6º A subordinados ao tema: a escrita digital. Estes trabalhos decorreram da articulação com a BECRE para a Semana da Leitura que solicitou aos alunos «tesouros» para colocar na ARCA e por sua vez oferecer aos convidados no decorrer deste evento.


A ESCRITA DIGITAL
Como a escrita digital,
não há nada igual.

Com o “A;B;C”,
eu escrevo poesia.
Eu adoro escrever,
para mim é uma alegria.

A letra “R” pinta o teu retrato,
a letra “P” está sempre a partir o prato.
A letra “C” esmaga o computador,
a letra “A” só pensa em amor.

O “Shift” leva-nos até ao céu,
o “T” é sempre teu.

Com “1;2;3”,
eu aprendo a contar.
Agora é a minha vez,
de te ensinar.

5+5=10,
não tem nada que enganar.
5+12=17,
e já estamos a complicar.

Entre números e letras,
temas caracteres especiais.
Já sei todos de cor,
mas ainda quero mais.                                                                                                                                                                                        
Enquanto eu escrevo,
uso a pontuação.
Aprendam comigo,
sou um sabichão!

E para terminar,
esta poesia encantadora.
Vou enviá-la,
para a minha professora.

A escrita digital
Um mundo diferente
Que muita gente aprecia,
Digo às letras para irem em frente
Grandes textos eu escrevia.

As teclas fazem o que eu digo
É só carregar
Com esta magia eu consigo
Pôr as minhas ideias a mandar

O shift dá-lhes altura,
Palavras sem igual
Como seria o mundo sem esta cura?
Seria algo anormal!

O C dá-te carros
O A dá-te aviões
O B dá-te barcos
No papel fazem rasgões

A dor nas mãos
De quando usava-mos canetas
No papel já não há “ai , au , ão”
Ainda me pergunto como apareceu uma coisa destas.

Com esta quadra vou acabar
Este texto dedicado ao computador
Só quero desejar

Que isto não acabe , por favor.»

Sem comentários:

Enviar um comentário